quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Lembranças que trago comigo no embornal da vida

Vermelho, era um Uno vermelho.
Sentado em um banco de madeira,
A Serra do Senharol ao fundo,
Uma casinha com um jardim florido.

Ainda me lembro do banco sendo rebatido,
Dos cabelos presos, os óculos,
Bermuda jeans, blusa preta.
Com um sorriso, foi assim que te conheci.

Era uma terça, não me lembro bem,
Mês de Janeiro, bem no início do ano,
Só te vi novamente no fim da semana,
É, acho que tudo foi assim.

Um comentário: